WhatsApp

(88) 9-9778-7240

Pesquisa Datafolha aponta que, sem Lula, Bolsonaro lidera, Ciro cresce e chega a 10% - Portal da 102 FM

Política

31/01/2018 às 13h18 - Atualizada em 31/01/2018 às 13h18

Pesquisa Datafolha aponta que, sem Lula, Bolsonaro lidera, Ciro cresce e chega a 10%

Reporter 102
Aurora - CE
FONTE: Ceará Agora

O impacto das mudanças na corrida presidencial após a condenação do ex-presidente Lula se reflete na primeira pesquisa de intenção de votos realizada pelo Instituto Datafolha e publicada, nesta quarta-feira, 31. Sem Lula na disputa ao Palácio do Planalto, quatro pré-candidatos apresentam, pelo quadro atual, chances de chegar ao segundo turno.

A pesquisa do Datafolha revela que, se o primeiro turno da eleição fosse hoje, Jair Bolsonaro ficaria em primeiro lugar, com 18% das intenções de votos, seguido de Marina Silva (13%.), Ciro Gomes (10%), Geraldo Alckmin (8%) e Luciano Huck (8%). Lula, de acordo com a pesquisa, manteve a mesma popularidade, 37% de intenção de votos, mas, enquadrado na Lei da Ficha Limpa, está inelegível.

Sem Luiz Inácio Lula da Silva na corrida ao Palácio do Planalto, os votos do ex-presidente ficam pulverizados. O pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, pelos números da pesquisa do Datafolha, realizada na última segunda e nessa terça-feira, é um dos mais beneficiados. A saída de Lula impulsionaria principalmente Marina e Ciro Gomes. Na comparação de cenários com e sem a participação do ex-presidente, Marina passa de 8% para 13%, enquanto Ciro cresce de 6% para 10%.

O Instituto Datafolha ouviu 2.826 entrevistas em 174 municípios. A pesquisa, com margem de erro de dois pontos para mais ou menos, está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR 05351/2018. A avaliação dos números da pesquisa do Datafolha revela que, apesar de liderar a corrida sem Lula, Jair Bolsonaro parou de crescer.

Bolsonaro, conforme o Datafolha, oscilou negativamente em todos os quadros apresentados na pesquisa, em comparação com o levantamento de novembro. As intenções de voto do deputado também ficaram estáveis nas simulações de segundo turno. Ele seria derrotado tanto pelo ex-presidente Lula (49% a 32%) quanto pela ex-senadora Marina Silva (42% a 32%).

A pesquisa indica ainda que o ex-presidente Lula conserva força eleitoral, mesmo condenado a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). Lula aparece como líder no primeiro turno em todos os cenários, com percentuais que variam de 34% a 37%.

A pesquisa mostra que, no segundo turno, Lula venceria Alckmin (49% a 30%) e Marina (47% a 32%), além de Bolsonaro. Alckmin enfrenta dificuldades, patina em todos os cenários do Datafolha, apresenta entre 6% a 11% das intenções de voto e, no segundo turno, seria derrotado por Lula e, hoje, aparece tecnicamente empatado em uma disputa com Ciro Gomes.

O apresentador de TV, Luciano Huck, também aparece com 8% de intenção de votos. Um dos dados que chamam a atenção na pesquisa do Datafolha é que, sem a presença de Lula, cresce de 16% para 27% o percentual de eleitores que poderão anular o voto ou votar em branco na eleição presidencial.

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 325 VEZES

Comentários

Veja também

Editoriais
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados